Reprocessadora Automática de Dialisadores
A Reprocessadora Automática de Filtros dialisadores tem a finalidade de reprocessar os filtros utilizados pelos pacientes crônicos em terapia de hemodiálise.
A atividade de reprocessamento de filtros dialisadores é regulada pela Anvisa em normativas específicas. A Saubern, pioneira no Brasil em reprocessamento automático, atende mais de 80% das clínicas do Brasil com a Quality-1.
O ciclo completo de reprocessamento ocorre em menos de 10 minutos, divididos em 4 etapas:

Limpa o Dialisador
Utilizando jatos de água (consumindo aproximadamente 4L de água por reprocessamento), ultrafiltração reversa com ácido peracético e seu exclusivo sistema de vibração.

Mede o Priming
Realiza a medição automática do volume total interno das fibras (de 20 a 170ml) com uma margem de erro de +- 2ml. Dialisador com queda maior que 20% do priming terá seu ciclo de reprocessamento interrompido e será orientado que seja descartado.

Testa a integridade das Fibras
Realiza teste de vazamento de pressão das fibras do dialisador. Queda de pressão superior ao limite estabelecido, terá seu ciclo de reprocessamento interrompido e será orientado ao descarte.

Preenche o dialisador com ácido peracético
Garante o completo preenchimento da câmara interna e externa do dialisador.

Donwload Datasheet

Donwload Material

Reprocessadora Automática de Dialisadores
A Reprocessadora Automática de Filtros dialisadores tem a finalidade de reprocessar os filtros utilizados pelos pacientes crônicos em terapia de hemodiálise.
A atividade de reprocessamento de filtros dialisadores é regulada pela Anvisa em normativas específicas. A Saubern, pioneira no Brasil em reprocessamento automático, atende mais de 80% das clínicas do Brasil com a Quality-1.
O ciclo completo de reprocessamento ocorre em menos de 10 minutos, divididos em 4 etapas:

Limpa o Dialisador
Utilizando jatos de água (consumindo aproximadamente 4L de água por reprocessamento), ultrafiltração reversa com ácido peracético e seu exclusivo sistema de vibração.

Mede o Priming
Realiza a medição automática do volume total interno das fibras (de 20 a 170ml) com uma margem de erro de +- 2ml. Dialisador com queda maior que 20% do priming terá seu ciclo de reprocessamento interrompido e será orientado que seja descartado.

Testa a integridade das Fibras
Realiza teste de vazamento de pressão das fibras do dialisador. Queda de pressão superior ao limite estabelecido, terá seu ciclo de reprocessamento interrompido e será orientado ao descarte.

Preenche o dialisador com ácido peracético
Garante o completo preenchimento da câmara interna e externa do dialisador.